CRÔNICA: Eu, você e todos os segundos.



Comecei a me arrumar às 7:45 da noite. Precisava estar pronta às 8. Tomei banho, coloquei aquela camisa branca, semi transparente, e passei aquele batom vermelho que você sabe que eu gosto. Me olhei no espelho umas 100 vezes para ter certeza de que estava fazendo a coisa certa. No fundo, eu não tinha a mínima ideia do que estava fazendo. Mas entre o certo e o errado, naquela hora, preferi o que me faria feliz. 

Comecei a me convencer de que eu deveria dar uma chance, não só à você, mas a mim mesma. Precisava ser sincera com você e comigo. Contar que além daquela amizade, surgiu algo mais. Algo melhor, talvez. À poucas horas de 2013, não precisava ter certeza de muita coisa para saber que tudo iria mudar. E não me refiro só à data ou a hora no relógio, mas também à minha vontade de mudar a mim mesma e ao mundo. Diferentemente dos outros anos, resolvi não fazer promessas. Nunca as cumpria, mesmo. Mas prometi que teria coragem de fazer as coisas darem certo. Ou pelo menos, tentar.

Em resumo, não poderia ter começado e terminado aquela noite melhor. Vi amigos antigos e conheci mais alguns. Mas em meio à tantos rostos, com olhares e sorrisos diversos, o seu ainda era o meu preferido. Procurei não me perder até a meia noite. Consegui.

Mas depois, quando o segundo tão esperado chegou, não teve jeito. "Feliz ano novo" pra cá, "muito amor, saúde..." pra lá. Eu e você bem no meio. Meu oficial e primeiro "feliz dois mil e treze" foi pra você. No seu ouvido. Nos seus braços embaraçados em mim. O seu também foi meu. E os outros, foram de vários outros rostos.

No final da festa, nos encontramos de novo. Claro que eu não havia deixado você se perder, porque meus olhos te acompanharam em cada canto. Mesmo depois de conhecer vários e novos sorrisos, o seu ainda é o meu preferido. O único que faz com que eu me perca e me ache ao mesmo tempo. Enfim, terminamos o primeiro capítulo dos 365 outros, juntos. Mas sabe de uma coisa? Nunca apreciei tanto alguns segundos, quanto os primeiros e próximos segundos de 2013.

Por fim, você me acompanhou até em casa, como sempre fazia. Com aquele olhar de que tem algo pra falar, mas não acha as palavras. Sei disso, porque era o mesmo olhar que eu carregava há tempos. Mas não fiquei lá pra descobrir. Além do mais, tudo aconteceu muito rápido. Mais segundos esperados com muita coragem.

Um abraço, seguido de um "amo você" com doses de amor, sem muita amizade, e um beijo rápido. Correspondido. Com mãos na cintura e olhos fechados. Depois, passos corridos e apreçados escada à cima, até a porta. Ouvi risinhos abafados, abri a porta o mais rápido e tentei não tremer. Entrei. Outros segundos incríveis foram os que antecederam a batida leve da porta se fechando. Pareci ter ouvido um breve "eu amo mais", mas não pude ter certeza. Fechei os olhos e comecei a repassar todos os segundos até agora.

11 comentários:

  1. Que lindo? Isso aconteceu, realmente? Você que escreveu? Tipo, muito lindo mesmo, to chorano :') haha
    "Mas entre o certo e o errado, naquela hora, preferi o que me faria feliz." - the best
    Linda você *-*
    Bjo
    laialisafa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Laiali, foi eu quem escreveu =)

      ah, e quanto ao fato de ter acontecido ou não, vou deixar vocês com a dúvida! :) hahahah

      Obrigada pelos elogios! Beijos e me sigam lá no @juliarodrigss.

      Excluir
  2. Que lindo! *_*
    Beijosss! =**
    http://fadasemdevaneios.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Nossa você escreve muito bem eu adorei ! www.mandaliveira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. ai que lindooo! Isso aconteceu?? Me conte menina do céu, porque nossa se aconteceu que historia de amor mais linda hein? hahaha Beijos

    ResponderExcluir
  5. ola como vai...
    achei lindo e ficou otimo pois nos deixa com aquele (k) de sera que foi verdade ou apenas um linda historia com vontade de virar realidade...
    um grande beijo ta lindo o blog.

    ResponderExcluir
  6. Que lindo! *-*


    ♥ Blog Cerejas no Topo:
    http://www.cerejasnotopo.com

    ResponderExcluir
  7. que coisa mais linda... me identifiquei em cada palavra!entrei no blog pela primeira vez e me deparo com esse maravilhoso texto, amei... beijão
    http://amantederimel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Que lindo, você escreve muito bem, adorei seu blog <3
    http://algumasprimaveras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Aaaaah adorei !
    Muito parecido com uma situação que eu já vivi!
    Amei *-*

    eternaadolescenteblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. me ensina a personalizar a slidebar ?
    como você colocou o título assim? No meu eu só consegui a faixinha no topo! D;

    Adorei o texto, eu adoro historias de amr!

    Vem conhecer meu blog? Se gostar segue, estou seguindo você!
    Beijões, @esteffanifontes - tt
    Aos Dezesseis Anos - aosdezesseisanos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir