Como ter um estilo Boho? - parte 1


Olá! Se tem um estilo que está super em alta, é o Boho. De uns tempos pra cá me apaixonei por ele e comecei a pesquisar bastante a respeito. A palavra Boho é uma abreviação de "Boêmios do Soho", inspirada no estilo dos moradores de bairros descolados de Londres e NY. O estilo é, na verdade, a mistura de vários outros: gipsy, hippie, étnico, folk, romântico e boêmio. Os looks são bem despojados e confortáveis. Mas como montar um look Boho? Pesquisei na internet e não achei nenhum post interessante. O Boho possui várias peças/tendências chaves que caracterizam o estilo. Por isso resolvi fazer o meu próprio "guia" baseado nas minhas pesquisas e looks que vejo frequentemente na internet. Espero que vocês gostem! Dividi os posts em duas partes. Confiram a primeira:

Os kimonos estão suuuper em alta. Até quem não curte Boho está usando. Não que seja uma peça exclusiva do estilo, mas geralmente os tecidos são fluidos, possuem franjas e estampas despojadas. É a cara do Boho style. Os kimonos dão um "tchan" em qualquer look quando bem usados. 

Guipir, rendas, crochê, vazados, bordados, são super bem-vindos no estilo. Deixam as peças mais delicadas e femininas (alô estilo romântico).  Os looks brancos e off white com esses detalhes são muito amor <3. 

As franjas são outra tendência forte que caracteriza o estilo. Como está em alta, é super fácil achar peças à venda. Bolsas, sapatos, blusas e kimonos são os mais comuns. 
Eu já curtia muuito tons pastéis e terrosos, agora então... O marrom, o verde, burgandy, laranja, bege ficam lindos quando combinados e tem tudo a ver com o estilo Boho.


Se você curte estampas, há um infinito de possibilidades pra você. Floral, étnica, gipsy (cigana), hippie, tie-dye, entre outras. Não podem faltar!

Os tecidos fluidos e modelagens soltinhas, que dão a impressão de movimento e conforto, são característica do estilo. Ombro à mostra, boca de sino, cintura livre, mangas bufantes, são alguns detalhes que trazem leveza ao look. 

Os comprimentos longos são super usados no estilo Boho. Além de estarem em alta, são  confortáveis, bonitos e estilosos. Para os macacões e calças, são usados tecidos leves e bocas largas. As estampas são sempre bem-vindas e dão um up no visual.

Inspiração de looks:


E aí? O que acharam do post? Comentem!
Beijos <3

Livro: Um lugar na janela - Martha Medeiros



Hey! Faz tempo que não falo de nenhum livro por aqui. A verdade é que eu tenho "fases". Algumas eu estou lendo compulsivamente, e, em outras, tiro férias dos livros. Há umas semanas atrás, eu estava indo visitar o meu namorado e o meu voo estava com um atraso previsto de 1h. Já estava na sala de embarque e não tinha levado nada para passar o tempo, crendo que a viagem seria breve. Entediada, pedi para um estranho cuidar do meu travesseiro (que é grande e pesado e não vivo sem ele), levantei carregando minha bolsa e necessaire e saí da sala de embarque e fui em direção a uma  livraria. O livro que eu queria comprar não tinha, aí me lembrei de outro chamado "Um lugar na janela" que eu tinha visto em um  certo blog (não lembro qual, sorry). Bingo, tinha o bendito e eu comprei. Era bem apropriado para situação - O livro é composto por relatos de viagem. 

Confiram a sinopse:
Em Um lugar na janela, a cronista Martha Medeiros abre espaço para a viajante. Aqui não há nada inventado, tudo aconteceu de verdade: as melhores lembranças, as grandes furadas ainda em tempos pré-internet, as paisagens de tirar o fôlego. A autora de Feliz por nada compartilha com seus leitores as mais afetuosas memórias de viagens feitas em várias épocas da vida, aos vinte e poucos anos e sem grana, depois, já mais estruturada, mas com o mesmo espírito aventureiro, e com diversos acompanhantes: as amigas, o marido, as filhas, o namorado, não importa a companhia, vale até mesmo viajar sozinha.
Com o mesmo estilo pessoal das crônicas, Martha Medeiros transmite aquilo que de melhor se leva de uma viagem: as recordações. É como deixar-se perder num lugar novo – pode ser uma mochilagem pela Europa, uma aventura em Machu Picchu, uma temporada no Chile, poucos dias no Japão – para depois se reencontrar consigo mesma.
Um lugar na janela é um convite para deixar de lado a comodidade do sofá, as defesas e embarcar junto com Martha. O bom viajante é aquele que está aberto a imprevistos, ou seja, a viver.

O que eu achei do livro:
Primeiramente quero deixar bem claro que sou louca por viagens e leitura. A Martha conseguiu juntar os dois em uma coisa só, com uma escrita agradável e pitadas de humor (altas risadas indiscretas enquanto lia nas aulas chatas da faculdade). Como disse acima, comecei a ler "Um lugar na janela" em uma viagem de avião e em 1h e pouco li quase a metade do livro. A leitura flui fácil. A autora conta suas aventuras e situações inusitadas nos mais variados lugares, com uma riqueza de detalhes incrível. Quando viaja, ela faz anotações de tudo o que fez no trajeto. Então, neste livro, você encontrará várias dicas de hotéis, restaurantes, lojas ou lugares caso você pretenda viajar para alguma paisagem descrita nas páginas. Aposto que, se você ler, vai descobrir mil motivos pra arrumar as malas e sair mundo afora. A Martha, além de relatar suas viagens, fala sobre os benefícios das mesmas. Eu me senti super incentivada por ela. A partir de hoje, vou começar a anotar todos os detalhes das minhas viagens. Quero escrever textos, descrever minhas próprias aventuras. Inclusive quero fazer relatos de viagens passadas. Além de manter a história viva na memória e no papel, pretendo proporcionar uma leitura interessante para os leitores aqui do blog, da mesma forma que a Martha me permitiu passar momentos agradáveis na companhia de suas palavras. 

Confiram o livro no SKOOB. Clique aqui


Já conheciam o livro? Me contem nos comentários!
Beijos <3


Ensaio Fotográfico by Lusival Junior - Parte V


Olá! Correria sem fim que me faz atrasar os posts aqui do blog! Como vocês estão? Hoje o post é sobre a última parte do meu ensaio e a que eu mais gostei <3. Gostei tanto por causa da locação incrível - uma antiga pedreira abandonada -, por causa do look Boho liiindo da Loja Maria Antonieta (@lojamariaantonietams) e do excelente trabalho do meu primo querido Lusival Junior! Para ver as outras partes do ensaio é só clicar aqui, aqui, aqui e aqui


 







E aí, o que acharam do Ensaio? Me contem nos comentários!
Beijos <3



9 dicas para se dar bem no novo emprego


Confesso que no primeiro dia, do meu primeiro emprego, eu quase tive um treco. Começar a trabalhar é um passo importante na vida, mas pode parecer um bicho de sete cabeças pra quem está começando. O post de hoje sobre novo emprego está repleto de dicas que podem ser úteis pra você. Confira:

Aparência
Depende muito do seu ambiente de trabalho, se é mais formal ou informal. O certo é você seguir o padrão dos colegas. Mas quando é o seu primeiro dia, dependendo da área, sugiro que você escolha algo nem "demais", nem "de menos". Sempre priorize a decência e a discrição. Nada de roupas escandalosas ou maquiagens muito fortes. Com o passar do tempo você sente o ambiente e fica mais à vontade ou mais contida. Se for uniforme, fica mais fácil.  

Postura 
É comum, nos primeiros dias do emprego, se sentir retraído, ansioso ou inseguro. Mas o mais importante é não deixar isso transparecer a ponto de te prejudicar. A postura confiante é essencial, olhe sempre nos olhos das pessoas, fale claramente e com calma. Se não entendeu algo, não tenha medo de perguntar e também não deixe de opinar quando te pedirem a opinião. Fique sempre atento e disposto. Por mais que você esteja inseguro por dentro, a sua imagem deve ser de alguém profissional, que merece estar ali. 

Tenha iniciativa
Muitas pessoas se contentam em realizar apenas o que lhe é pedido. Se você cumpriu sua tarefa, ótimo. Mas o interessante é sempre superar as expectativas. Se tem algo a ser feito, mas ninguém ainda falou pra você fazer, é super válido tomar a atitude e resolver o problema. Ou então, depois que finalizou o seu trabalho, oferecer ajuda ao colega que ainda não terminou. Perguntar ao patrão se algo mais precisa ser feito. Tome a iniciativa. Ninguém te contratou pra ser peixinho de aquário. 

Se relacione bem 
Procure sempre manter um bom relacionamento com os seus colegas. Não faça panelinhas, complôs ou fofocas. Querendo ou não, o trabalho é onde você passa uma parte do seu dia, e não há nada mais desconfortável do que estar em um lugar onde você tem que conviver com gente que você não gosta ou vice-versa. Você não é obrigado a ser amigo de todo mundo, mas procure manter uma relação de respeito mútuo. Os funcionários de uma empresa precisam trabalhar em harmonia para que haja o desenvolvimento. 

Mostre serviço antes de reclamar de algo 
Vários problemas podem surgir no trabalho. Dependendo da situação, você pode se incomodar com algo e sentir a necessidade de reclamar para o seu chefe. Pode ser a área que você está inserido, o horário, o salário... Enfim. Antes de falar com o chefe, é importante que você mostre serviço. Dessa forma, quando ele te ouvir, ponderará se vale a pena ou não atender às suas requisições. 

Pergunte sobre o seu serviço 
Essa dica é dos meus pais: converse com o seu chefe e pergunte o que ele está achando do seu serviço, o que precisa melhorar e ser feito. É um ato simples, mas que pode te ajudar bastante - você saberá se tem algo a ser melhorado -  e o seu chefe verá que da sua parte tem o interesse em progredir e agradar. 

Tire dúvidas
Talvez você pense que é melhor ficar quieto e pegar as coisas no ar do que chegar no seu chefe ou superior e tirar dúvidas. Não! Se algo não ficou claro, não tenha medo de perguntar. Ninguém nasceu sabendo das coisas. E é muito melhor fazer perguntas do que errar por não ter perguntado. 

Seja simpático
Não estou pedindo pra você mudar a sua personalidade caso você tenha nascido de cara emburrada. O problema é que se você trabalha em lugar onde você tem que atender clientes e se relacionar com eles, o seu chefe dará mais créditos a quem consegue conquistá-los. Conquistar envolve tato, disposição, positividade, atenção e simpatia. Se não é da sua natureza ser assim, se esforce um pouquinho (sem falsidade, hein). Se o seu forte não é a simpatia, seja convincente. Se você não é bom com as palavras, trate bem, sorria,  se disponha. O que eu estou querendo dizer é que você tem que cativar os clientes de alguma forma.  

Mostre interesse e vista a camisa
Empregado desinteressado é o fim. Mostre-se sempre disposto a aprender e a melhorar. Vestir a camisa da empresa é muito mais do que mostrar serviço, demonstra que você se preocupa com ela, tem apreço e compreende que se ela não crescer, você não cresce também. 


O que acharam do post? Comentem!
Beijos <3


Ensaio Fotográfico - parte IV


Olá! Acharam que eu não ia postar mais fotos do ensaio? A verdade é que eu quis dar uma diversificada nos posts. Essa é a parte IV e a penúltima! O spoiler é que a última parte é a minha preferida, viu? Pra quem ainda não viu os outros posts, é só clicar aqui, aqui e aqui.

Lembrando que quem fez essas fotos lindas foi o Lusival Junior. A ideia dessa parte da sessão era um ensaio estilo noiva, por isso que estou com uma espécie de buquê na mão (vulgo decoração lá de casa, haha). O vestido é da Forever 21 e a locação é uma antiga Usina de Açucar desativada. Confiram:







O que acharam das fotos? Comentem!
Beijos <3