Look da vez: Calça de linho estampada


Olá! Tudo bem? O Look da Vez eu tenho há um tempão, mas é super confortável e nunca saiu de moda. Sou apaixonada nessa calça de linho, porque além de ter uma estampa linda é uma delícia de usar. Ela com certeza é a peça chave do look. Escolhi acessórios neutros e a minha rasteirinha de dedo preferida (meu namorado que me deu <3). Confiram: 













Regata: Artsy
Calça: Lokuka 
Rasteira: Arezzo

E aí, o que acharam do look? Comentem! 
Beijos <3

Como ter um estilo Boho? - parte 2


Olá! Essa é a segunda parte do guia de "Como ter um estilo Boho", onde eu falo sobre os acessórios, bolsas e sapatos. As opções são infinitas e você pode escolher aquelas que mais combinam com a sua personalidade. Se você ainda não viu a primeira parte, é só clicar aquiO importante é se sentir bem, abusar dos acessórios e apostar nas tendências certas. Confiram:

Vocês já devem ter notado o quanto o chapéu floppy está em alta. Além dele, você pode investir no fedora, coco, entre outros. É uma peça super estilosa e tem tudo a ver com o estilo boho. Ótimos para um passeio na cidade, parque ou eventos ao ar livre. 

Além dos chapéus, existem vários outros acessórios que você pode usar no cabelo e na cabeça. Head bands, Head chains (foto da Hudgens), tiaras, plumas no cabelo, lenços e coroa de flores.  

O Boho é um estilo que sofre overdose de acessórios. E as opções são tantas que dá pra criar e seguir várias linhas diferentes sem sair do estilo. Os anéis, brincos, colares, podem ser de metal (prata ou dourado) com pedraria ou de couro, penas, miçangas (ao estilo hippie).  Os óculos que geralmente vejo nas imagens e que mais representam o estilo são os redondos. Mas não se prenda! As armações vintages super combinam. Você também pode investir em cintos de couro, com tachas, estampas e fivelas de metais. A verdade é que não existe uma regra. A partir do momento que você começa a pesquisar sobre o estilo Boho, você acaba criando um padrão na sua mente, e só de olhar pra uma peça você consegue definir se ela é Boho ou não. 
Os sapatos característicos do estilo são super confortáveis, despojados e artesanais. Muitas franjas, miçangas, bordados, pedrarias e correntes. Botas, coturnos, alpargatas, gladiadoras e rasteirinhas trabalhadas. Claro que você pode usar um "saltão". É aí que entra o Boho Chic. Peças que são estilosas e despojadas, mas que não perdem o "glamour". 


Bolsas são os itens que eu mais gosto! As opções no estilo Boho são muuuuitas. As influências mais fortes são: hippie, folk, étnico, boêmio e cigano. Tem pra tudo quanto é gosto! De couro, franjas, de crochê, com pedrarias, bordados e estampas. Quanto mais artesanal, melhor! 
Inspiração de looks:


 E aí, o que acharam das dicas dos posts? Comentem!

Beijos <3

Como ter um estilo Boho? - parte 1


Olá! Se tem um estilo que está super em alta, é o Boho. De uns tempos pra cá me apaixonei por ele e comecei a pesquisar bastante a respeito. A palavra Boho é uma abreviação de "Boêmios do Soho", inspirada no estilo dos moradores de bairros descolados de Londres e NY. O estilo é, na verdade, a mistura de vários outros: gipsy, hippie, étnico, folk, romântico e boêmio. Os looks são bem despojados e confortáveis. Mas como montar um look Boho? Pesquisei na internet e não achei nenhum post interessante. O Boho possui várias peças/tendências chaves que caracterizam o estilo. Por isso resolvi fazer o meu próprio "guia" baseado nas minhas pesquisas e looks que vejo frequentemente na internet. Espero que vocês gostem! Dividi os posts em duas partes. Confiram a primeira:

Os kimonos estão suuuper em alta. Até quem não curte Boho está usando. Não que seja uma peça exclusiva do estilo, mas geralmente os tecidos são fluidos, possuem franjas e estampas despojadas. É a cara do Boho style. Os kimonos dão um "tchan" em qualquer look quando bem usados. 

Guipir, rendas, crochê, vazados, bordados, são super bem-vindos no estilo. Deixam as peças mais delicadas e femininas (alô estilo romântico).  Os looks brancos e off white com esses detalhes são muito amor <3. 

As franjas são outra tendência forte que caracteriza o estilo. Como está em alta, é super fácil achar peças à venda. Bolsas, sapatos, blusas e kimonos são os mais comuns. 
Eu já curtia muuito tons pastéis e terrosos, agora então... O marrom, o verde, burgandy, laranja, bege ficam lindos quando combinados e tem tudo a ver com o estilo Boho.


Se você curte estampas, há um infinito de possibilidades pra você. Floral, étnica, gipsy (cigana), hippie, tie-dye, entre outras. Não podem faltar!

Os tecidos fluidos e modelagens soltinhas, que dão a impressão de movimento e conforto, são característica do estilo. Ombro à mostra, boca de sino, cintura livre, mangas bufantes, são alguns detalhes que trazem leveza ao look. 

Os comprimentos longos são super usados no estilo Boho. Além de estarem em alta, são  confortáveis, bonitos e estilosos. Para os macacões e calças, são usados tecidos leves e bocas largas. As estampas são sempre bem-vindas e dão um up no visual.

Inspiração de looks:


E aí? O que acharam do post? Comentem!
Beijos <3

Livro: Um lugar na janela - Martha Medeiros



Hey! Faz tempo que não falo de nenhum livro por aqui. A verdade é que eu tenho "fases". Algumas eu estou lendo compulsivamente, e, em outras, tiro férias dos livros. Há umas semanas atrás, eu estava indo visitar o meu namorado e o meu voo estava com um atraso previsto de 1h. Já estava na sala de embarque e não tinha levado nada para passar o tempo, crendo que a viagem seria breve. Entediada, pedi para um estranho cuidar do meu travesseiro (que é grande e pesado e não vivo sem ele), levantei carregando minha bolsa e necessaire e saí da sala de embarque e fui em direção a uma  livraria. O livro que eu queria comprar não tinha, aí me lembrei de outro chamado "Um lugar na janela" que eu tinha visto em um  certo blog (não lembro qual, sorry). Bingo, tinha o bendito e eu comprei. Era bem apropriado para situação - O livro é composto por relatos de viagem. 

Confiram a sinopse:
Em Um lugar na janela, a cronista Martha Medeiros abre espaço para a viajante. Aqui não há nada inventado, tudo aconteceu de verdade: as melhores lembranças, as grandes furadas ainda em tempos pré-internet, as paisagens de tirar o fôlego. A autora de Feliz por nada compartilha com seus leitores as mais afetuosas memórias de viagens feitas em várias épocas da vida, aos vinte e poucos anos e sem grana, depois, já mais estruturada, mas com o mesmo espírito aventureiro, e com diversos acompanhantes: as amigas, o marido, as filhas, o namorado, não importa a companhia, vale até mesmo viajar sozinha.
Com o mesmo estilo pessoal das crônicas, Martha Medeiros transmite aquilo que de melhor se leva de uma viagem: as recordações. É como deixar-se perder num lugar novo – pode ser uma mochilagem pela Europa, uma aventura em Machu Picchu, uma temporada no Chile, poucos dias no Japão – para depois se reencontrar consigo mesma.
Um lugar na janela é um convite para deixar de lado a comodidade do sofá, as defesas e embarcar junto com Martha. O bom viajante é aquele que está aberto a imprevistos, ou seja, a viver.

O que eu achei do livro:
Primeiramente quero deixar bem claro que sou louca por viagens e leitura. A Martha conseguiu juntar os dois em uma coisa só, com uma escrita agradável e pitadas de humor (altas risadas indiscretas enquanto lia nas aulas chatas da faculdade). Como disse acima, comecei a ler "Um lugar na janela" em uma viagem de avião e em 1h e pouco li quase a metade do livro. A leitura flui fácil. A autora conta suas aventuras e situações inusitadas nos mais variados lugares, com uma riqueza de detalhes incrível. Quando viaja, ela faz anotações de tudo o que fez no trajeto. Então, neste livro, você encontrará várias dicas de hotéis, restaurantes, lojas ou lugares caso você pretenda viajar para alguma paisagem descrita nas páginas. Aposto que, se você ler, vai descobrir mil motivos pra arrumar as malas e sair mundo afora. A Martha, além de relatar suas viagens, fala sobre os benefícios das mesmas. Eu me senti super incentivada por ela. A partir de hoje, vou começar a anotar todos os detalhes das minhas viagens. Quero escrever textos, descrever minhas próprias aventuras. Inclusive quero fazer relatos de viagens passadas. Além de manter a história viva na memória e no papel, pretendo proporcionar uma leitura interessante para os leitores aqui do blog, da mesma forma que a Martha me permitiu passar momentos agradáveis na companhia de suas palavras. 

Confiram o livro no SKOOB. Clique aqui


Já conheciam o livro? Me contem nos comentários!
Beijos <3


Ensaio Fotográfico by Lusival Junior - Parte V


Olá! Correria sem fim que me faz atrasar os posts aqui do blog! Como vocês estão? Hoje o post é sobre a última parte do meu ensaio e a que eu mais gostei <3. Gostei tanto por causa da locação incrível - uma antiga pedreira abandonada -, por causa do look Boho liiindo da Loja Maria Antonieta (@lojamariaantonietams) e do excelente trabalho do meu primo querido Lusival Junior! Para ver as outras partes do ensaio é só clicar aqui, aqui, aqui e aqui


 







E aí, o que acharam do Ensaio? Me contem nos comentários!
Beijos <3